Dica: Aumente o som

Publicado: 23/07/2011 em Notícias
Tags:, ,

O poder de compra de seus consumidores e os lucros através do music branding.

Por: Cibelle Santos

Você sabia que a música ambiente pode interferir em seus negócios? Muitos dizem que ouvir músicas seja em casa ou aparelhos móveis acalma os nervos, faz crianças e adultos relaxarem, influencia no sentimento de cada pessoa. De fato, isso acontece, e melhor ainda, pode ser uma de suas estratégias para motivar a sua equipe e ser um diferencial para seu cliente.

Alexandre Casanova, diretor da ListenX, empresa que trabalha com a utilização de música no ambiente profissional, nos explicou como o music branding pode ser usado pelas pequenas empresas de maneira positiva nas negociações e tornar a atmosfera do seu ambiente de trabalho mais agradável: ”Music Branding é uma ferramenta de Marketing Sensorial que dá voz, personalidade e sentimento a marca criando um vínculo emocional com o cliente influenciando diretamente em sua emoção, estado de espírito e comportamento”.

Segundo Casanova, é muito importante o cliente se identificar com a empresa que negocia e para a empresa proporcionar um ambiente adequado para isso é um ponto chave. O método “incrementa o valor agregado da marca, estimula o consumo emocional e minimiza a percepção de tempo e esforço”, diz. Assim, a compra acaba sendo sutil, a permanência do comprador na loja se torna prazerosa, agradável e aumenta a chance de se tornar um cliente fiel, retornar e ainda fazer o famoso marketing “boca a boca”. “O retorno do music branding é imediato”, garante o diretor.

Seu empreendimento trabalha com um público amplo e diferenciado? Se sim com certeza surgiu em sua mente a questão de como utilizar a música ambiental sem favorecer um estilo musical ou outro. Casanova aponta a importância de detectar os gostos de sues cliente para criar uma programação musical eficiente, mas afirma que não é o único ponto a ser considerado. Os conceitos da empresa e as atmosferas de atendimento ao cliente completam a lista de referências que devem ser analisadas antes de implantar o sistema. Veja as perguntas que você deve fazer a si mesmo:

Além desse questionamento, Alexandre Casagrande diz que para facilitar o planejamento é interessante transformar o seu negócio em uma pessoa física. “O primeiro passo é fazer um exercício de humanização da sua marca. Ou seja, ver a marca como uma pessoa. Que tipo de amizade esta pessoa teria, que lugares frequentaria, quantos anos teria, seu gênero; se teria carro ou motos, como se vestiria etc. por fim, que tipo de música ouviria”, sugere.

Essa metodologia de incentivar através da musica vem sendo usada por várias pequenas e médias empresas também como motivação de seus colaboradores, por exemplo. “Temos até um cliente que no que se diz respeito à música, afirma que se importa mais com a satisfação de seus funcionários do que dos clientes. Ele vê a felicidade de sua equipe como o segredo do seu sucesso”, conta Casanova. O Music branding é usado como um “complemento no endomarketing, fazendo ações de comunicações aos funcionários e fazendo com que eles fiquem motivados e se sintam importantes por trabalharem naquele estabelecimento”, encerra.

Fonte: PensadoGrande.com, acessado em 23 de julho de 2011 as 08:00.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s